terça-feira, 8 de maio de 2018

Ser professora

Isso é o que sou e onde ancoro minha luta.
A minha percepção é que o mundo se torna um pouco melhor a partir da educação.
Sofro todos os dias por considerar que a educação é algo extremamente importante e ver o quanto ela é desvalorizada.
Sofro  vendo o pedagógico sendo colocado de lado e a formação do cidadão crítico se tornando peça de menor importância.
Sofro vendo a juventude sair da escola e morrendo.
Sofro com o sucatemente das escolas e consequentemente o esvaziamento de projeto de futuro.
Mas
Todos os dias que acordo é acreditando em uma educação melhor...
Porque sei que não estou sozinha.
Porque sei que tem pessoas que pensam em um mundo melhor
Porque sei que a sociedade tem jeito
Porque acredito nessa juventude
Eu preciso acreditar!
Acreditar que isso é real
Acreditar em um novo mundo
Que existirá uma nova escola
Que estarei aqui para ver ela surgir e quem sabe fazer parte da criação dela.

domingo, 22 de abril de 2018

Aquele Eu te amo!

É lindo dizer Eu te amo para as pessoas de sua vida
Aquele Eu te amo por sms para sua mãe só porque sentiu saudades
Aquele Eu te dito para um amigo que você não ver por dias, semanas e até meses.
Aquele Eu te amo, do cara que faz seu coração bater mais forte, ao acordar ou num sussurro no meio da noite.
Aquele Eu te amo quando você sente que seu mundo caiu, quando você se sente triste ou mesmo quando você perdeu uma pessoa especial.
Esse Eu te amo é quase sacro!
Mas no meio de todos esses Eu te amo, tem aquele Eu te amo também que a gente espera escutar mesmo quando o outro não está preparado para dizer.
Esse Eu te amo também é pesado e forçado dito só para não deixar o outro triste. O Eu te amo também quase piedade ou compaixão.
Esse Eu não quero!
Quero o Eu te amo livre e espontâneo dito sem pretensões ou cobranças.
Quero dizer EU TE AMO quando o meu coração pedir e minha alma exigir.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Separar é...

Aprender que o amor acaba
É esperar a pessoa não ser mais a primeira entre os seus contatos nas redes sociais e ao mesmo tempo ver a sua última conversa desaparecendo em meio ao tempo
É ter coragem de trocar algumas senhas que são marco do relacionamento anterior
É compreender que cheiro, música e gostos remetem a lembranças que são boas e ao mesmo tempo doloridas
É sentir esvair o perfume do travesseiro
É tomar coragem de mudar a imagem da tela de descanso do celular.

segunda-feira, 5 de março de 2018

Divagações sobre a vida

O que é a vida?
Um conjunto de incoerências e erros
Tentamos nos apegar as ideias de redenção
E compor formas exatas de salvação

Mas a verdade, minha amiga
Que a vida é seguir tentando
E transformando o que conseguimos
Nos permitindo ser só mais uma vez humano

O que somos

A gente não precisa de rodeios
A gente na precisa de joguinhos

Amor, podemos ser nós
Sem laços e nós
Sem máscaras ou pintura
Não precisa pisar em nozes
E nem criar vozes

Mas não é isso que somos
Somos tapas e socos
Tristeza e mágoa
Cobranças e mal entendidos

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Reticências

Eu me jogo em você de novo. No seu toque. No cheiro dos nossos corpos em movimento. Você me diz sem perguntas ou desculpas. Sem pontos finais só reticências. E eu não respiro. Eu digo sim. Me prometo não pensar em você. Que nossos capítulos acabaram. Mas me vejo revivendo os capítulos anteriores. E quero mais.

Te quero

Eu te olho e te quero, sabendo o que o querer deveria ser construções para aqueles que não tem medo. Que não tem medo de recomeços. Que não tem medo de se entregar. Que não precisa de portos seguros. Que não precisa de garantias do amor do outro.
Mas o meu querer é um querer certo de incertezas. Que olha e pensa se pode ficar. Se aquele olhar é de amor infinito ou agradecimento de um amizade forjada nas ideias e sonhos  em comum.
Então fico deixando está.